quarta-feira, 17/08/2022
InícioBrasilJustiça nega novo recurso da defesa de Flordelis que questionava reunião com...

Justiça nega novo recurso da defesa de Flordelis que questionava reunião com possíveis jurados do caso

Os desembargadores da Segunda Câmara Criminal do Rio de Janeiro rejeitaram um recurso da defesa da ex-deputada Flordelis na terça-feira (19). Os chamados embargos de declaração, com efeitos infringentes, questionavam uma reunião feita com os possíveis jurados do caso e a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce.

O questionamento alegava ainda que um dos advogados de Flordelis foi impedido de participar da reunião.

- Continua depois da Publicidade -

A tese, no entanto, foi rejeitada por unanimidade pelo colegiado.

“Contudo, em que pese seu esforço recursal, não merecem prosperar os embargos. Não há nos autos quaisquer omissões ou contradições a serem aclaradas, sendo todas as questões ventiladas nos embargos decididas unanimemente. Inexistem, portanto, as alegadas obscuridades e omissões. Ante ao exposto e por tais fundamentos, rejeito os embargos”, votou o relator do caso, o desembargador Celso Ferreira Filho, que foi seguido pelo colegiado.

Em maio desse ano, a Justila já havia negado um outro pedido, que solicitava a transferência do julgamento de Flordelis, por participação na morte do pastor Anderson do Carmo, de Niterói para o Rio de Janeiro.

A liminar tinha como argumento o fato da juíza do caso, Nearis dos Santos Carvalho Arce, ter falado com os jurados – o que poderia comprometer a imparcialidade deles para avaliar o mérito –, e que Flordelis já “estaria condenada” na cidade de Niterói. Todos foram negados pelo desembargador.

“A argumentação expendida não demonstra que há efetiva quebra de imparcialidade do júri ou da segurança da requerente, sendo a notoriedade do feito e mera presunção de comprometimento dos jurados insuficientes para autorizar o desaforamento pretendido”, escreveu Celso Ferreira Filho em sua decisão.

Além de Flordelis, no dia 12 de dezembro, serão julgados ainda seus filhos Marzy Teixeira, Simone dos Santos Rodrigues e André Luiz de Oliveira; e a neta Rayane dos Santos de Oliveira. Todos são acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo, marido da pastora.

Flordelis, Marzy e Rayane: avaliação psicológica autorizada pela Justiça — Foto: Reprodução/arquivo pessoal

Já fora, julgados em novembro do ano passado, dois filhos da ex-deputada. Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cézar dos Santos de Souza foram condenados pelo crime.

Já em abril de 2022, Carlos Ubiraci Francisco, também filho de Flordelis, foi absolvido das acusações de ter participado do assassinato de Anderson e de tentativas anteriores de matá-lo. Já Adriano dos Santos Rodrigues, filho biológico da ex-deputada, foi condenado apenas por participação na fraude de uma carta mudando a versão do crime.

g1 Rio

VOCÊ PODE QUERER VER TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais Lidas

- Publicidade -

Últimas

- Publicidade -
- Publicidade -